Prefeitura Municipal de Petrolândia-PE

Prefeitura Municipal de Petrolândia-PE

Notícias

Campanha 18 de Maio: Petrolândia participa da mobilização contra o abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes

Do(a) Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Cidadania e Juventude por Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Petrolândia em 14/05/2018 ‡s 12:20:42

Compartilhe:

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome Amigo:
E-mail Amigo:
Comentrio:
Campanha 18 de Maio: Petrolândia participa da mobilização contra o abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes
Foi iniciada nesta segunda-feira (14), em Petrolândia, a campanha Faça Bonito 2018. Neste 18 de Maio será comemorado o 18º ano de mobilização no “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, instituído pela Lei Federal 9.970/00. Este ano, mais uma vez, em alusão ao Dia 18 de Maio, o Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, vem ressaltar a importância da mobilização e participação dos diversos setores nessa ação. Em Petrolândia, a programação é a seguinte:

14/05 - Bairro Nova Esperança às 18:00 - Cine Documentário TAMAR e palestras
15/05 - Quadra 17 às 18:00 - Cine Documentário TAMAR e palestras
16/05 - Limão Bravo - Palestra com o Conselho tutelar 
18/05 - Av. Auspício Valgueiro Barros - 8h00 (em frente ao Atacado Sanfrancisco): Grande Caminhada até o Mercado Público

A Campanha 18 de Maio é realizada pela Prefeitura Municipal de Petrolândia, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Cidadania e Juventude, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA, Cadastro Único, Conselho Tutelar, Casa das Juventudes, Centro de Referência em Assistência Social - CRAS, Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos - SCFV  e Programa de Erradicação do Trabalho Infantil - PETI.

O “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” é uma conquista que demarca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no território brasileiro e que já alcançou nesses 18 anos muitos municípios do nosso país. 

Esse dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune. A proposta do “18 de maio” é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. 

É preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual. A violência sexual praticada contra a criança e o adolescente envolve vários fatores de risco e vulnerabilidade quando se considera as relações de gênero, de raça/etnia, de orientação sexual, de classe social, de geração e de condições econômicas. 

A violência sexual contra meninos e meninas ocorre tanto por meio do abuso sexual intrafamiliar ou interpessoal como na exploração sexual. Crianças e adolescentes vítimas de violência sexual, por estarem vulneráveis, podem se tornar mercadorias e assim serem utilizadas nas diversas formas de exploração sexual como: tráfico, pornografia, prostituição e exploração sexual no turismo. 


Mais notícias

Prefeitura Municipal de Petrolândia-PE

Ir para o topo